terça-feira, 21 de junho de 2011

Dieta do Mau humor


Estou numa fase terrível da mh vida: A Dieta
Tratamento da Tireóide descompensada, com remédios que me deixam (mais) mal humorada. Tudo é motivo pro meu humor negro, e claro, para minha delicadeza nas respostas.
Estava eu no mercado agora a pouco, na Fila, esperando pra chegar a minha vez, e uma mulher entra na mh frente. Dei aquela tossidinha básica e ela olhou pra mh cara e perguntou:
- ta na fila?
- NÃÃÃÃO... to esperando meu vôo pra São Paulo. Ele já deve estar pousando.

Porra, uma gorda, na fila do supermercado, cheia de produtos ligth e diet na cesta, com certeza é uma serial Killer em potencial.

Enfim, vinha eu caminhando, (afinal, exercício físico né?) com minha sacolinha quase vazia que me custou mais de R$ 60,00, e ao passar na frente de um campo de futebol, perto da mh casa, escuto um berro, dignos dessas mães lavadeiras com a Bacia de roupa na cabeça:

- EEEEENNNNTTRAAAAAAAAA!! Não quero vc jogando bola com os meninos!!!!! Vá Caçar uma menina pra vc andar junto. Ou vai ver televisão.

Eu, que a essa altura parei assustada com o primeiro grito, comecei a procurar o alvo da mãe enfurecida, e me surge do campo uma menina, com aproximadamente 14 anos, com chuteira nas costas e short de jogo, reclama que não vai poder jogar, e manda:

- Posso ir pra casa da Priscila?
- vc só vive na casa dessa Priscila. Só anda com ela pra cima e para baixo.Tudo é grudada nessa Priscila. Tá, vai lá!

E a menina saiu toda feliz, e saltitante pra casa dessa amiga.

Pois bem... Pense comigo: Chuteira, short de futebol, bola com os meninos, e só anda com a amiga? Grandes indícios de sapatonice aguda!!
Depois essa mãe vai querer reclamar, fazer escândalo, espernear, pro pra fora de casa... Dizer que não sabe como isso aconteceu, que a culpa é dela... Essas coisas de mãe.

Mesmo tomada pelo meu mau humor, eu fiquei pensando no fato.
E eu queria ter a oportunidade de dizer a ela no futuro:
- Minha senhora, a culpa não é sua, nem é o fim do mundo. A Sua filha sempre foi Gay, apenas está te contando agora, se vc tivesse a observado mais, não seria um choque hoje...

Muitos de nós trouxe traços desde a infância, alguns se descobriram adultos, mas Fato, é que não dependemos, mas precisamos sempre do carinho da família. Ninguém morre sem eles, mas se os pudermos ter ao nosso lado...
Como a vida seria melhor pra nós.

Um comentário:

david era uma vez... disse...

Dietas Dietas e Dietas...tudo com letra maiúscula mesmo, afinal isso deve ser um nome de algum demônio!
Eu acho que as mães assim como a gente, sempre sabe...
A gente resolve abrir o jogo internamente que seria se descobrir... mas que no fundo a gente sempre sabia, do mesmo jeito que a mãe da gente sempre sabia.
Mas a parte dramática que mãe tem que fazer é outra história! fica aquele coisa de mártir e a gente de vilão.


Relaxa Gis.. a Dieta passa.... vc acostuma com a desgraçada... ai vc começa a achar que o mundo alimentar é sem graça mesmo!


Beijos

Pesquisar este blog